Representante da ONU visita Maceió

17 / 11 / 10

NULL

A urbanista Raquel Rolnik, relatora especial da Organização das Nações Unidas para o Direito à Moradia Adequada, visita Maceió, nesta sexta-feira (19), para ministrar palestra, às 14h, no Espaço Cultural da UFAL, e conhecer, às 10h, a cooperativa de reciclagem de lixo da Vila Emater, situada nas proximidades do antigo lixão da capital.

Professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, Raquel Rolnik foi diretora de planejamento da cidade de São Paulo e secretária nacional de Programas Urbanos do Ministério das Cidades. Prestou consultoria em política urbana e habitacional a governos, organizações não-governamentais e agências internacionais.

Em Maceió, Rolnik participará de uma oficina sobre os significados dos territórios de referência dos pontos de cultura localizados em áreas urbanas e rurais, do ponto de vista do direito à cidade e aos lugares de vida.

Antes, ela visitará a comunidade da Vila Emater, no entorno de Jacarecica, onde funciona o Projeto CoopVila – “Do lixão da Emater para a coleta seletiva”.

Apoiado pelo Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu, o projeto beneficia cerca de 80 famílias que sobrevivem do reaproveitamento de materiais recicláveis.

Promovido pelo Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu e a Rede Alagoana dos Pontos de Cultura, com apoio do Ministério da Cultura e Secretaria de Cultura do Estado de Alagoas, o evento faz parte das atividades do prêmio Tuxaua 2009 – Projeto Construção da Cartografia dos Pontos de Cultura de Alagoas: tecendo a rede.

Para Ana Lúcia Menezes, articuladora do Prêmio Tuxaua, a construção da Cartografia significa “uma releitura das dinâmicas sociais, culturais e políticas locais de forma a dar visibilidade ao contexto cultural, a seus atores e ao trabalho desenvolvido pelos Pontos de Cultura nas suas comunidades de referência”.

Durante os debates, haverá a apresentação do vídeo: “O lixão sai, a gente fica”, produzido por alunos do Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu, com financiamento do Fundo Nacional do Meio Ambiente.

O evento é aberto aos 42 Pontos de Cultura de Alagoas, a pesquisadores e público em geral interessado na temática.

Programação:

Data: 19 de novembro de 2010

Local: Auditório do Espaço Cultural da Universidade Federal de Alagoas/ Praça Sinimbu

Abertura
Ana Lúcia Ferraz de Menezes
Articuladora do Prêmio Tuxaua Construção da Cartografia dos Pontos de Cultura de Alagoas: tecendo a rede.

Regina Dulce Barbosa Lins
Coordenadora do Núcleo de Estudos do Estatuto da Cidade – NEST/FAU/UFAL

Apresentação do vídeo: O lixão sai, a gente fica.
Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu/ Fundo Nacional do Meio Ambiente

Palestras
Raquel Rolnik
Arquiteta/Urbanista
Relatora Especial para o Direito à Moradia Adequada.
Conselho de Direitos Humanos da ONU

Luiz Fernando de Almeida
Arquiteto/Urbanista
Presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *