Geraldão faz convite inusitado a Ronaldinho

15 / 02 / 11

Geraldo Amorim não quer camisa nem autógrafo do Gaúcho. Mas pede para o craque dar uma voltinha no seu fusquinha rubro-negro

De Alagoas para todo o país, Murici vai ter seus 90 minutos de fama nesta quarta-feira. Não o técnico do Fluminense, mas o time da cidade de mesmo nome. A equipe alagoana enfrenta o Flamengo, pela primeira fase da Copa do Brasil. Em vez do seu acanhado estádio para 3 mil pessoas, o palco da partida será o Estádio Rei Pelé.

No entanto, engana-se quem pensa que o Murici contará com a força de sua torcida. Na verdade, na cidade de 25 mil pessoas, que fica a 40 quilômetros da capital, a maioria dos torcedores prefere o Flamengo ao time local. A começar pelo presidente Geraldo Amorim. Em casa, o dirigente tem 12 camisas rubro-negras, contra cinco do clube que preside. Sócio do Flamengo, ele é um dos mais encantados com o duelo inesquecível.

– Espero que o Flamengo seja campeão brasileiro, com essas contratações fantásticas. Mas, na Copa do Brasil, se Deus quiser, vai dar Murici – ponderou o cartola, em entrevista ao repórter Renato Ribeiro, da TV Globo.

Além das camisas e da carteira de sócio, Geraldo passeia pela cidade com um possante nas cores do adversário. Ele fez um pedido ao camisa 10 da Gávea.

– Bom, eu não quero autógrafo nem camisa do Ronaldinho. Meu único desejo é que ele dê uma voltinha no meu Fusca – afirmou Amorim, que não é parente da mandatária do clube mais popular do país, mas tem o hino rubro-negro na ponta da língua.

– O do Murici eu não tenho de cabeça – confessa.

Superação após tragédia

A cidade de Murici foi devastada por uma enchente em junho do ano passado. Até hoje há pessoas morando em acampamentos. As marcas continuam em casas e ruas. O troféu de campeão alagoano sumiu em meio aos destroços, mas foi recuperado com avarias um mês depois. Passado o susto, o clube espera ressurgir na Copa do Brasil depois de ter deixado de disputar a Série D do Brasileirão.

O atual campeão estadual desbancou os favoritos CSA e CRB em 2010. Agora sonha ofuscar o Flamengo pelo menos por um dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *