Manso assume o TRE prometendo nova sede

12 / 04 / 11

O desembargador Orlando Manso – que também tem a esposa juíza, Maria Esther Fontan, e o filho juiz José Cavalcante Manso Neto – começou na magistratura como juiz da comarca de Igreja Nova, em 1968

O desembargador Orlando Manso é o novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL). Ele foi empossado cargo, na segunda-feira, 11 de abril, para o biênio 2011/2013. A ex-presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), desembargadora Elizabeth Carvalho do Nascimento foi empossada como vice-presidenta do TRE/AL.

Em seu primeiro contato com a imprensa, na condição de presidente da Corte Eleitoral, Orlando Manso disse que uma de suas metas é a construção da nova sede do Tribunal. Além disso, ele quer realizar as eleições municipais de 2012 com 100% de urnas biométricas. Para isso, já a partir deste ano começa um recadastramento dos eleitores para o registro das impressões digitais.

Manso e desembargadora Elizabeth Carvalho foram empossados pelo juiz-corregedor eleitoral Raimundo Correia e pela procuradora eleitoral Niedja Kaspary. Apesar de empossados, os desembargadores assumem efetivamente o comando do Tribunal no próximo dia 25. Na sessão de ontem, foi empossado também o juiz Antônio José Bittencourt de Araújo, que passa a ser titular entre os membros da corte pela classe dos juízes, substituindo a juíza Ana Florinda Mendonça da Silva Dantas

Antônio Bittencourt já atuou como juiz eleitoral em Coruripe, Paulo Jacinto, Maragogi e Pilar. Ele é filho do primeiro casamento do desembargador aposentado José Agnaldo, que atualmente é casado com a juíza Maria Verônica.

O desembargador Orlando Manso – que também tem a esposa juíza, Maria Esther Fontan, e o filho juiz José Cavalcante Manso Neto – começou na magistratura como juiz da comarca de Igreja Nova, em 1968. Em 1970 foi para a comarca de Marechal Deodoro. Em 1975 foi promovido para 2ª entrância, atuando na comarca de Capela.

Em 78, Manso passou para a 3ª entrância, vindo atuar na comarca da Capital. Em 1987, ele foi promovido para o cargo de desembargador. Como desembargador, exerceu o cargo de corregedor geral da Justiça durante o biênio 1997/1998 e presidiu o Tribunal de Justiça no biênio seguinte.

Após ter atuado como advogada, promotora de Justiça e juíza de Direito das comarcas de São Brás, Anadia, Penedo, São Miguel dos Campos e Maceió – a desembargadora Elizabeth Carvalho entrou para a história da magistratura com a primeira mulher a integrar a corte e presidir o órgão máximo do Poder Judiciário Estadual.

Sertaneja de Delmiro Gouveia e com raízes em Palmeira dos Índios, Elizabeth também exerceu a vice-presidência do TJ e a corregedoria-geral de Justiça. Por fim, ao assumir internamente o comando do Estado, entrou mais uma vez para história de Alagoas, como a primeira governadora de Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *