Estado vai instituir serviço de motolância na capital

19 / 07 / 11

Serão duas motolâncias em Maceió e uma na Regional do SAMU em Arapiraca

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) vai ampliar o número de ambulância da Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) de Maceió a partir do dia 1º de agosto deste ano. “O que iremos fazer é um ajuste de acordo com a Portaria 2048 do Ministério da Saúde e melhorar, ainda mais o serviço. Não haverá nenhuma redução de efetivo do SAMU, o que iremos fazer é apenas um ajuste de pessoal e aumentar o número de ambulâncias na rua, conforme estabelece a portaria”, destacou o secretário acrescentando que além da ampliação das ambulâncias também irá instituir o serviço de motolância.

Para isso, uma equipe de técnicos de enfermagem, que tem habilitação de carteira de motociclista, vai participar de um treinamento para ter habilitação específica para usar a motolância. O curso começa no próximo dia 27. Serão duas motolâncias em Maceió e uma na Regional do SAMU em Arapiraca.

De acordo com o secretário, hoje, o SAMU de Maceió dispõe de sete ambulâncias do tipo Unidade de Suporte Básico (USB); quatro Unidades de Suporte Avançado (USA – que são UTIs móveis), uma para o Serviço Neonatal (transporte de recém-nascido grave), além do Serviço Aeromédico (que é considerado, também suporte avançado).

Além das USAs, as USBs passarão de sete para onze ambulâncias. “Com essa ampliação o tempo-resposta no atendimento vai reduzir, e quem ganha com isso é a população que terá um serviço mais eficiente e eficaz”, comentou Alexandre Toledo.

Segundo o secretário, a Portaria é bem clara quanto ao número de profissionais que fazem parte de uma ambulância do tipo Unidade de Suporte Básico (USB). “Em todo o pais é composta por um condutor socorrista e um técnico de enfermagem e em Alagoas são dois técnicos de enfermagem e um condutor socorrista”, esclareceu.

Em nenhum momento haverá prejuízo na qualidade do serviço. “Para se ter idéia, somente neste primeiro semestre, realizamos 968 cursos para capacitar médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores socorristas, o que significa dizer que não haverá prejuízo na qualidade do serviço prestado”, comentou.

Descentralização em Maceió – Além da ampliação da Regional do SAMU de Maceió que vai ocorrer em agosto a Sesau descentralizou os serviços na capital. “Tivemos um ganho significativo no tempo-resposta no atendimento da capital”, disse o secretário esclarecendo que no feriado de 23 de junho, houve descentralização do serviço do SAMU, onde foram instituídas mais duas Bases: uma na Polícia Rodoviária Federal (PRF), que conta agora com três ambulâncias uma USA e duas USBs, além de uma USB no SESC Guaxuma.

Cada ambulância do tipo USA é composta por um médico, um enfermeiro e um técnico de enfermagem e uma USB, que hoje tem dois técnicos e um condutor socorrista, e vai passar para um técnico e um condutor a partir do dia primeiro de agosto, ampliando assim, o número de ambulância para fazer o atendimento em toda a capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *