Namorada de Erick disse não ter visto quem atirou

06 / 01 / 12

Morte de modelo: delegado está aguardando perícia nos projéteis para concluir autoria

O delegado Regional de Viçosa, Belmiro Cavalcante, que preside o inquérito que apura o assassinato do modelo Erick Alexandre Ferraz, 24, informou nesta sexta-feira (06), está aguardando a pericia dos projéteis para assegurar quem realmente atirou na vítima.

Belmiro Cavalcante afirma que ainda não é possível afirmar quem foi o autor dos disparos, mas que sabe que tanto o policial civil, Jaysley Leite de Oliveira, quanto seu irmão Judarley Leite de Oliveira estavam armados na noite do crime.

“Sabemos, através dos depoimentos colhidos, que a arma de Judarley é uma pistola preta, enquanto que a do Jaysley é prateada” elucidou.

O delegado explica ainda que, ao contrário do que tem sido veiculado na imprensa, a namorada de Erick disse não ter visto quem atirou nele.

“Em depoimento ela não afirmou que viu de onde partiram os tiros, mas que o policial civil foi quem a teria lhe paquerado, e que acompanhou o momento em que ele teria colocado a arma na parte da frente da cintura” disse.

Dentre as testemunhas ouvidas, até o momento, uma disse ao delegado que Jaysley seria o autor do crime, enquanto as outras três apontam Jurdarley.

A Polícia Civil ainda vai ouvir outras testemunhas com o objetivo de fundamentar a real participação dos irmãos no homicídio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *