Almagis defende mais defensores públicos para AL

28 / 03 / 12

Presidente da Associação destacou a importância do defensor público nas funções jurisdicionais, ressaltando que o profissional é indispensável no efetivo acesso à Justiça

O presidente da Associação Alagoana de Magistrados (Almagis), juiz Pedro Ivens Simões de França, esteve, na tarde dessa quarta-feira (28), com o defensor público-geral do Estado, Eduardo Campos Lopes, para tratar da carência de defensores públicos em Alagoas.

Ivens expôs que, em fevereiro, durante Assembleia Geral da categoria, os juízes discorreram sobre o reduzido número de membros da Defensoria Pública e enfatizaram que a situação prejudica a prestação jurisdicional. De acordo com os magistrados, o cenário é ainda mais acentuado nos juízos do Interior do Estado.

O presidente da Associação destacou a importância do defensor público nas funções jurisdicionais, ressaltando que o profissional é indispensável no efetivo acesso à Justiça.

Eduardo Campos também manifestou apreensão acerca do problema, mas disse que não há previsão de realização de concurso público para o ingresso de novos membros na Defensoria. Ele ponderou que, no momento, a melhor solução seria a de o defensor público acumular mais de um ofício.

O presidente da Almagis se colocou à disposição para, junto com a Defensoria, pleitear o concurso. “Temos o mesmo objetivo que é a melhoria dos serviços jurisdicionais oferecidos à sociedade”, realçou Pedro Ivens que ainda se comprometeu em realizar um levantamento da situação das comarcas do Interior para que haja melhor distribuição dos defensores, uma vez que o atual quadro é de apenas 70 profissionais.

Também participaram da reunião, o subdefensor-geral do Estado Daniel Alcoforado e o corregedor da Defensoria, Othoniel Pinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *