Presa quadrilha que assaltou residência de PM

05 / 05 / 12

Todos os pertences da vítima foram encontrados abandonados em um canavial

Na tarde desta quinta-feira (03), policiais da 4ª Companhia Independente e do Pelotão de Operações Policiais Especiais (Pelopes) prenderam três integrantes de uma quadrilha acusada de assaltar a residência de um policial militar. A prisão aconteceu na cidade de Junqueiro.

O policial militar informou que homens armados haviam entrado em sua residência, em Arapiraca, e roubado um veículo Siena de cor cinza, além de aparelhos eletrônicos e diversos outros objetos.

Foi feito um cerco policial em toda região do agreste e, por volta das 15h, militares do Grupamento Policial Militar (GPM) de Junqueiro avistaram dois veículos, em alta velocidade, próximo a um canavial. Ao perceberem a aproximação da viatura policial, os veículos tomaram direções contrárias.

Houve perseguição e minutos depois o veículo Siena foi interceptado pela guarnição. Foram presos Edeilton de Meneses Melo, 20 anos, Adenilson Davi, 24 anos, e José Alfredo Vieira de Lima, 24 anos. Com os acusados foram apreendidas uma pistola calibre nove milímetros com 12 munições, e uma pistola calibre ponto 40, modelo PT 100, com 10 munições. Esta última havia sido roubada de um soldado da Polícia Militar de São Paulo, em 2010. O veículo que havia sido roubado do policial militar também foi recuperado.

Integrantes do Pelopes ainda realizaram diversas buscas na tentativa de localizar o outro veículo que estava dando apoio à quadrilha, mas o mesmo não foi localizado.

Todos os pertences da vítima foram encontrados abandonados em um canavial. Os militares acreditam que o outro veículo que estava dando apoio ao bando, ao perceber a presença dos policiais, abandonou o material e em seguida fugiu tomando destino ignorado.

Os acusados foram encaminhados ao 80° Distrito Policial de Junqueiro, ao qual foi lavrado o auto de prisão em flagrante por roubo, porte ilegal de arma de fogo e formação de quadrilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *