Ex-Menudo morre aos 41 anos nos EUA

05 / 10 / 20

Conhecido como Papi Joe, ele sofria de depressão e faleceu após tentativa de suicídio

O artista venezuelano Anthony Galindo, de 41 anos, ex-integrante do Grupo Menudo e MDO, morreu em hospital da Flórida, nos Estados Unidos, segundo informou a família. Galindo foi internado na semana passada, após tentativa de suicídio.

Conhecido como Papi Joe, ele sofria de depressão. Ele deu entrada no hospital em 27 de setembro e faleceu no sábado às 15h43, horário local.

Na última sexta-feira, 2 de outubro, a família já havia dito que se preparava para se despedir do artista, pois os danos cometidos por ele contra a sua própria vida eram muito graves.

“Anthony Galindo Ibarra teria entrado em uma depressão profunda por causa da devastação causada pela pandemia covid-19 na crescente indústria, arte, entretenimento e profissão em geral, que foram muito afetadas pelo confinamento e cessação das atividades em vivo”, disse a família em um comunicado no perfil de Galindo no Instagram.

A família abriu uma conta na plataforma digital GoFundme, onde arrecadou mais de US$ 10 mil até agora. Os órgãos de Galindo serão doados como foi sua vontade expressa em vida, informou em nota, na qual indica que nos próximos dias divulgarão os detalhes do velório.

Anthony Galindo, cujo nome verdadeiro era Edgar Antonio Galindo Ibarra, participou da última etapa do grupo Menudo com seus companheiros Abel Talamántez, Alexis Grullón e Didier Hernández.

Mais tarde, em 1997, ele se juntou ao grupo de baladas pop MDO, que surgiu após a dissolução do Menudo, fenômeno musical dos anos 1980 criado em 1977 pelo produtor Edgardo Díaz e de onde surgiram estrelas como Ricky Martin e Robi Draco Rosa.

Por EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *