Secretário Alexandre Ayres irá levar Plano de Cargos, Carreira e Remuneração de servidores da saúde de AL para a Seplag

15 / 11 / 21

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, recebeu nesta sexta-feira (12), integrantes da mesa unificada de servidores da saúde de Alagoas e representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), onde foi entregue uma minuta com do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos trabalhadores da saúde pública do Estado.

Ayres se comprometeu a levar, nos próximos dias, o documento para apreciação da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) e, logo após, para a Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL). Em seguida, o projeto do PCCR deve ser encaminhado para Assembleia Legislativa do Estado (ALE) e, após apreciado e aprovado, segue para sanção do governador Renan Filho.

Integrantes da mesa unificada de servidores da saúde e representantes da CUT estiveram na Sesau para entregar minuta do PCCR

“Após seis meses de muita discussão democrática, de ouvirmos os servidores e dialogar com os nossos técnicos da saúde, a gente está recebendo hoje o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos servidores da saúde. Nós vamos encaminhar esse material para a Seplag e, em seguida, para a Sefaz. A nossa expectativa é que, no começo do ano que vem, a gente possa estar anunciando, com fé em Deus, para toda a sociedade e para vocês servidores, a aprovação junto a Assembleia Legislativa do Estado, do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos Servidores da Saúde e a sua devida implementação”, salientou Ayres.

Ainda de acordo com o secretário de Estado da Saúde, a mesa unificada dos servidores da saúde é de suma importância para a discussão de melhorias e cumprimento de obrigações por parte dos profissionais. “Então, a gente vai seguir com essa mesa, discutindo as pautas da saúde. Não só cargos e salários, mas, os deveres dos servidores, as obrigações, para que a gente possa continuar prestando esse belo serviço para a população alagoana”, disse Ayres.

 

FONTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *