CSA perde em casa e CRB vence fora

07 / 07 / 22

Azulão perde para a Ponte Preta no Rei Pelé e fica na zona de rebaixamento. Galo vence o Operário, no Paraná, de virada: 3 a 2

Autor: Gazeta Esportiva e Futebol Latino

Azulão perde para a Ponte Preta no Rei Pelé e fica na zona de rebaixamento. Galo vence o Operário, no Paraná, de virada: 3 a 2.

Azulão estaciona nos 16 pontos, no 18º lugar

Por Redação com Gazeta Esportiva
CSA perde para a Ponte Preta no Rei Pelé e fica na zona de rebaixamento
CSA perdeu diante da sua torcida nesta quinta-feira (7) – Foto: Morgana Oliveira/CSA
Na noite desta quinta-feira (7), o CSA recebeu a Ponte Preta no Estádio Rei Pelé, em Maceió, e perdeu por 1 a 0, em um confronto direto na classificação. O resultado dá respiro na briga contra a parte de baixo da tabela para a Ponte Preta. Já o Azulão fica em uma situação complicada.

O único gol da partida saiu já no segundo tempo. Aos 11 minutos, o atacante Nicolas conseguiu roubar a bola no campo de ataque e serviu Lucca, que avançou um pouco com a bola, entrou na área e bateu na saída do goleiro. Ponte Preta na frente.

Minutos depois, mesmo com a vantagem no placar, a Macaca ficou ameaçada. Aos 17, Wesley Fraga foi com muita força para disputa de bola com o lateral Igor e, assim, o árbitro mostrou o cartão vermelho para o jogador da Ponte.

Mesmo com um homem a menos, a equipe paulista conseguiu segurar o 1 a 0 e decretou a vitória, que ainda não a tira da zona de rebaixamento. No momento, a Macaca tem 18 pontos, na 17ª colocação. O Náutico, primeira equipe fora da degola, está à frente apenas pelos critérios de desempate.

O CSA vive situação muito similar e sofre duro golpe em sua luta para alçar voos maiores. A equipe estaciona nos 16 pontos, no 18º posto, logo abaixo da Ponte Preta.

Pela próxima rodada da Série B do Brasileirão, a Macaca terá pela frente o Criciúma, fora de casa, às 19h (de Brasília) da sexta-feira, dia 15 de julho. Já o CSA encara, no mesmo dia, também longe de seus domínios, o Vila Nova, às 21h30.

GALO

Em jogo com muitos gols, CRB vence o Operário-PR fora de casa pela Série B do Brasileiro

Em jogo emocionante, o Galo superou o Fantasma fora de casa

Por Futebol Latino
Em jogo realizado no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, em partida marcada por viradas, o CRB venceu o Operário-PR pelo placar de 3 a 2. Reina e Tomas Bastos fizeram para o Fantasma, enquanto Fabinho, Raul Prata e Emerson Negueba marcaram para o Galo. Com o resultado, o CRB foi para 23 pontos e chegou ao 6º lugar. O Operário-PR ficou com 19 e estacionou na 13ª colocação.
Foto: André Oito/Operário
Operário X Galo – Foto: André Oito/Operário

Na próxima rodada, o Operário-PR pega o Sport, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, dia 14 de julho. Já o CRB enfrenta o Brusque, no estádio Rei Pelé, em Maceió, no dia 16 de julho.

PRIMEIRO TEMPO

 

CRB ABRE O PLACAR

Mesmo jogando fora de casa, o CRB foi para cima do Operário-PR e logo aos 5 minutos abriu o marcador. Gabriel Conceição cruzou, Emerson Negueba estava ligado na jogada e, sozinho, só teve o trabalho de empurrar para o fundo da rede: 1 a 0.

OPERÁRIO-PR EMPATA E VIRA A PARTIDA

 

A resposta do Operário-PR veio aos 12 minutos. Após cruzamento rasteiro de Giovanni Pavanni, Tomas Bastos aproveitou que Diogo Silva não conseguiu segurar a bola e colocou para dentro da rede: 1 a 1. Aos 26 veio a virada. Em cobrança de pênalti, Reina colocou para dentro e virou a partida: 2 a 1.

CRB EMPATA O JOGO

 

Mas antes do intervalo, o CRB conseguiu o empate. Após excelente troca de passes, Longuine ajeitou no meio da área para Raul Prata, que chegou com tudo e encheu o pé para marcar o gol de empate: 2 a 2.

SEGUNDO TEMPO

CRB CONSEGUE A VIRADA

O CRB já tinha criado chances no primeiro tempo para virar e no segundo tempo também. E na base da persistência o time do Galo conseguiu a virada. Após bola levantada na área, Diego Ivo disputou com a defesa do Operário-PR e a bola acabou sobrando para Fabinho, que conseguiu colocar a bola para dentro e obter a virada: 3 a 2.

FANTASMA PRESSIONA, MAS NÃO CONSEGUE O EMPATE

 

O Operário-PR partiu para o abafa nos 15 minutos finais atrás do gol de empate. Lucas Mendes teve uma grande oportunidade com um chutaço de Lucas Mendes, mas que o goleiro Diogo Silva fez uma defesa espetacular e garantiu os três pontos para a equipe do Galo.

OPERÁRIO-PR 2 X 3 CRB – CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B

 

Local: Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)

Data/horário: 05 de julho de 2022, às 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Jucimar dos Santos Dias (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Cartões amarelos: Giovanni Pavani, Giovani Albuquerque e Júnior Brandão (OPE); Diogo Silva e Gilvan (CRB)

Cartões vermelhos: Claudinei Oliveira (técnico)

GOLS: Emerson Negueba, 5’/1T (CRB) (0-1); Tomas Bastos, 12’/1ºT (OPE) (1-1) e Javier Reina, 26’/1ºT (OPE) (2-1); Raul Prata 30’/1ºT (CRB) (2-2); e Fabinho 23’/2ºT (CRB) (2-3).

OPERÁRIO-PR (Técnico: Claudinei Oliveira)

 

Vanderlei; Arnaldo, Reniê, Willian Machado e Fabiano; Ricardinho (Kalil, aos 18’/2ºT), Tomas Bastos e Giovanni Pavani (Rafael Chorão, aos 18’/2ºT); Felipe Saraiva (Giovani Albuquerque, aos 20’/2ºT – Lucas Mendes, aos 30’/2ºT), Júnior Brandão e Javier Reina (Felipe Garcias, aos 18’/2ºT).

CRB (Técnico: Daniel Paulista)

Diogo Silva; Raul Prata, Iago Mendonça, Gilvan (Diego Ivo, aos 14’/1ºT) e Bryan (Reginaldo, aos 22’/2ºT); Uillain Corrêa, Yago e Rafael Longuine (Matheus Mega, aos 36’/2ºT); Fabinho, Gabriel Conceição e Emerson Negueba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *