Copa do Mundo Feminina 2023 exibe o talento das mulheres no futebol

18 / 07 / 23

Estreia da seleção brasileira será no dia 24 de julho, contra o Panamá; veja todos os jogos do time de Marta e companhia na competição

GARRA E TALENTO NA COPA DO MUNDO FEMININA  
Vem aí a Copa do Mundo Feminina da FIFA 2023. A partir do dia 20/7, os amantes do futebol terão grandes espetáculos para acompanha pela mídia televisita e na grande rede. Competições entre grandes seleções e as melhores atletas de futebol mundial. Grandes jogadas, gols, talentos e emoções até a decisão final, ao vivo. direto da Autrália e da Nova Zelândia. Por isso, em homenagem a nossa rainha Marta, o Almanaque Alagoas publica a partir de hoje, 18 de julho, uma série de reportagens e matérias sobre a COPA DO MUNDO FEMININA.

Redação do AA e GE — Brasil, Austrália e Nova Zelândia


Quer saber as datas e horários dos jogos do Brasil na Copa do Mundo Feminina 2023? O Almanaque Alagoas em parceria informal com o ge te mostra todos os confrontos da seleção brasileira e times adversários no Mundial que começa no dia 20 de julho.
A equipe de Pia Sundhage, Marta e companhia vai em busca do título inédito. O Brasil está no Grupo F, junto com Panamá, Jamaica e França. Na segunda-feira, dia 24 de julho, a seleção brasileira feminina estreia contra as panamenhas, às 08h (horário de Brasília), no Hindmarsh Stadium, em Brisbane, na Austrália.

Na segunda rodada, no dia 29 de julho, o desafio será diante da seleção francesa, às 07h, em Brisbane. A seleção feminina vai a Melbourne na terceira e última rodada da fase de grupos para enfrentar a Jamaica, no dia 2 de agosto, às 07h.

Datas e horários dos jogos do Brasil na fase de grupos da Copa 2023

  • Brasil x Panamá – 24 de julho (segunda-feira), às 08h – Hindmarsh Stadium, em Adelaide.
  • França x Brasil – 29 de julho (sábado), às 07h – Brisbane Stadium
  • Jamaica x Brasil – 2 de agosto (quarta-feira), às 07h – Melbourne Rectangular

Caso o Brasil se classifique em primeiro lugar, vai jogar no dia 8 de agosto, em Adelaide, e o adversário das oitavas de final será o segundo colocado do Grupo H. Se a classificação for na segunda colocação, a seleção feminina entra em campo no mesmo dia e enfrenta o primeiro lugar do Grupo H, em Melbourne. Alemanha, Colômbia, Coreia do Sul e Marrocos compõem a chave.

Possíveis jogos do Brasil a partir das oitavas de final da Copa:

Em caso de classificação em primeiro lugar no grupo:

  • Oitavas de final: 08/08 (terça-feira), 08h
  • Quartas de final: 12/08 (sábado), 04h
  • Semifinal: 16/08 (quarta-feira), 07h
  • Disputa de terceiro lugar: 19/08 (sábado), 05h
  • Final: 20/08 (domingo), 07h

Em caso de classificação em segundo lugar no grupo:

  • Oitavas de final: 08/08 (terça-feira), 05h
  • Quartas de final: 12/08 (sábado), 07h30
  • Semifinal: 16/08 (quarta-feira), 07h
  • Disputa de terceiro lugar: 19/08 (sábado), 05h
  • Final: 20/08 (domingo), 07h

* Todos horários de Brasília

Brasil vai tentar seu primeiro título na Copa do Mundo Feminina — Foto: Thais Magalhães/CBF

Brasil vai tentar seu primeiro título na Copa do Mundo Feminina — Foto: Thais Magalhães/CBF

NOVIDADE

Por Valor Investe — Rio

A Copa do Mundo Feminina 2023 FIFA Austrália Nova Zelândia 2023 acontece entre 20 de julho e 20 de agosto e os funcionários públicos terão ponto facultativo nos dias de jogos da seleção brasileira. Isso permite aos funcionários se ausentar durante a partida e até duas horas após o seu término.

A decisão foi anunciada pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta sexta-feira (14) e deve ser formalizada na próxima semana, em portaria assinada pela ministra Esther Dweck (Gestão), segundo o jornal Folha de São Paulo.

Essa era uma demanda da ministra Ana Moser (Esporte). Com a decisão, será a primeira vez que ocorre ponto facultativo no campeonato disputado pelas mulheres. Caso a equipe chegue até a final, serão sete pontos facultativos concedidos entre julho e agosto.

Além da esfera federal, a Câmara Municipal da cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, aprovou em março, um projeto que permite aos servidores da Casa assistir aos jogos do Brasil na competição.

A primeira rodada da Copa do Mundo Feminina 2023 acontece no dia 20 de julho. O Brasil estreia às 8h do dia 24 de julho, em um jogo pelo Grupo F, contra o Panamá, em Adelaide. O segundo jogo, dia 29, será contra a França, em Melbourne, e o terceiro, dia 2 de agosto, contra a Jamaica, em Brisbane.

SEGUNDO CAPÍTULO

Vai com fé rainha Marta, esta é a sua Copa! 

Por Ricardo Rodrigues, editor do AA

Antes de partir para sua última Copa, rainha Marta relembrou grandes momentos da carreira, numa reportagem especial para o programa Esporte Espetacular, exibida no domingo, 16 de julho.

Sentada no trono e com uma coroa na cabeça, a alagoana Marta, nascida na cidade sertaneja de Dois Riachos, concedeu a entrevista no meio do campo do time onde atua atualmente, em Orlando, nos Estados Unidos.

Ela disse que não tem reinado e que não se acha rainha, apenas uma sertaneja, alagoana arretada, que luta pela valorização do trabalho das mulheres, no mesmo diapasão do trabalho masculino.

Marta quer ser lembrada, depois de mais de 20 anos dedicados ao futebol feminino, muito mais por sua atitudes fora das quatro linhas, do que sua jogadas geniais e seus espetaculares dentro de campo.

Na entrevista, além da linha do tempo, do começo no campinho debaixo da ponte em Dois Riacho até a explosão do seu talento encantado o público nos maiores estádios do mundo, um filme passou pela sua cabeça;

Nem ela acreditava que, em tão pouco tempo, tenha feito tantas coisas geniais e alegrando tanta gente. Um legado valioso que ela construir com sangue, suor e lagrimas; com muita alegria, coragem e dignidade.

Marta é referência em futebol, para além dos gramados. Com a bola nos pés, é a maior artilheira da Seleção Brasileira de Futebol, de todos os tempos. Entre homens e mulheres, para o Brasil, ninguém fez mais gols do que ela.

Não por acaso, conquistou seis vezes o título de melhor jogadora de futebol do mundo, prêmio FIFA. Um reconhecimento mais do que justo, mas sempre recebido por ela com humildade e pés no chão.

Uma das preocupações da nossa rainha é não se deixar levar pela fama. Ela tem um cuidado enorme com isso, para não deixar que o sucesso lhe suba a cabeça. Por isso. tem na mãe seu grande exemplo de vida.

“Ela é minha inspiração. É por ela que eu luto”, afirmou Marta, logo após assistir à mensagem de dona Terezinha, no telão do estádio, onde estava dando a entrevista para o Esperte Espetacular.

Nossa rainha recebeu também uma linda homenagem de conterrâneo Djavan e até cantou um trecho da música Oceano, um dos clássicos do repertório do cantor e compositor alagoano.

A jogadora reafirmou que esta será sua última Copa, mas deixou claro que vai continuar atuando no futebol, mesmo fora das quatro linhas. Quem sabe como técnica, dirigente ou comentarista.

No campo pessoal, revelou que quer ser mãe e que a gravidez é um sonho a ser realizado. Ela se emocionou ao lembrar que não tem foto dela bebê. Por isso quer viver essa emoção gerar uma criança e fazer dela a pessoa feliz.

Vai com fé, rainha Marta, essa Copa é sua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *