Amigos e familiares de casal que morreu em acidente na Via Expressa, em Maceió, fazem protesto

17 / 05 / 20

Eles pedem justiça nas investigações. Condutor com sinais de embriaguez bateu no carro do casal, que segundo familiares, teria saído pra buscar um lanche.

Familiares e amigos de casal morto em acidente realizam protesto na Via Expressa, em Maceió — Foto: Arquivo pessoal

Amigos e familiares de casal que morreu em um acidente que aconteceu na noite de sábado (16) realizaram um protesto na avenida Menino Marcelo, Via Expressa, em frente ao condomínio em que eles moravam. Eles pediram justiça e que a polícia investigue o caso o quanto antes.

Segundo uma amiga e vizinha do casal que pediu para não ser identificada, no veículo que colidiu contra o carro deles teria sido encontrado bebida alcoólica.

“Era uma família, e que foi destruída. Eles tinham feito o pedido de um lanche e saíram para buscar, deixaram o filho em casa e não voltaram mais”, contou a amiga.

Eles ainda pediram que a investigação aponte o caso como homicídio doloso, quando o ato é intencional.

“Se no carro dele foi encontrado esse material, se ele saiu bêbado, ele devia saber o que estava fazendo”, disse.

Sobre essa mudança, assessoria de comunicação da Polícia Civil, informou que era preciso analisar a autuação para saber se há a possibilidade.

Dênis e Elisângela teriam saído para buscar um lanche — Foto: Arquivo pessoal

O acidente

A batida aconteceu na noite de sábado, quando um veículo entrou na contramão e bateu de frente contra o carro em que o casal estava. Dênis Walter P. Nascimento, 37 e Elisângela Angelo Pereira Nascimento, 39 tinham saído para buscar um lanche. Segundo amigos e familiares, ela estava grávida de 4 meses.

O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foram acionados para atender as vítimas. O 5º Batalhão de Polícia Militar conduziu o condutor, que apresentava sinais de embriaguez, foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Ele foi autuado por homicídio culposo na condução de veículo automotor sob influência de álcool.

Equipes da Delegacia de Homicídios e dos institutos de Criminalística e Médico Legal estiveram no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *